Valsa de raiz

Algo fantástico vem acontecendo no reino da Áustria! Imersos nas discussões sobre os problemas causados pela comunidade européia, um grupo de jovens vem se reunindo sistematicamente para refundar a música austríaca – mais especificamente a valsa. Basicamente, reivindicam os ideais fundadores de um ritmo genuinamente nacional. O movimento tem nome: “valsa de raiz” (ou Wurzel Walzer, no original). Recentemente, um dos mais prestigiados jornais austríacos, Zeitschrift der Kleinbürger , publicou um manifesto de 2 páginas assinado coletivamente pelos Wurzels, reforçando a tese de que há gente graúda envolvida nisso tudo. Abaixo, excertos do manifesto (já traduzido para o português):

“Caros austríacos,

Estão querendo desafinar o violão de 7 cordas que toca nosso coração! Nas ruas, não vemos mais verdadeiros austríacos vestindo o traje típico dos valsistas! Nossas camisas listradas, nossos chapéus panamás e sapatos brancos já não são vistos pelas calçadas! Esse manifesto vem a público conclamar todos os naturais da Áustria a lembrarem de nossos baluartes valsistas! Salve Delegieren! Salve Zylinder! Obatalá Frank Nederland!

Todos temos o dever moral de esculpir a pátria ao som dos bandolins e dos compassos ternários que compõem nossa Valsa. Que nossos filhos e filhas, ao estudarem a história deste grande país, não lembrem só que ajudamos a dizimar parte da população de nossos vizinhos em um passado triste, mas que contribuímos, no esporte e na música, a viver melhor com nossos irmãos.

(…)

Mas a Valsa a só nós pertence! Não admitiremos interferência em sua estrutura e nós, do Wurzel Walzer, patrulharemos quem tentar transformá-la em valsa-rock, valsa-polka, valsa-mazurka etc. (obs: seguem, em anexo, os modelos harmônicos permitidos aos compositores que queiram dignamente representar a cultura de nossos pais).

Aproveitamos este espaço para dedicar especial apreço aos alunos da Universidade de Viena que reiteradamente participam de nossos encontros e ajudam, no dia-a-dia, a difundir o verdadeiro espírito da Valsa. Eles são importantíssimos para que aprendamos a enxergar que não há país no mundo que produza música de melhor qualidade do que a Áustria!”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Valsa de raiz

  1. Priscila Cabral disse:

    Olha a burguesia folclórica aí genteeeee!!!
    Conheço bem esses tipinhos que você descreveu… Afffff!!! hahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s