Arquivo do mês: dezembro 2011

Sujeitos determinados

Há quem escreva com o dedo pro alto, como se alertasse o mundo pro temporal que vem chegando; e ninguém vê. Há os que fazem poesia bêbados de delírios, num afã febril de transbordar os sentidos na pele. Há os … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários