Daylight 5600K

Hoje é dia trinta fim
da linha
Sem passo nem roupa
Sandália impossível
porque o vapor
te eleva
como buda marginal
ofegão

Sabor da pele
– persistência retilínea –
Na boca
desagrupam células
Reordenam
Superspeed
Sessenta frames
por segundo
Quiçá 240
Fps

Lá dentro
Laboratório de vida viva
Encapsulada memória
Matéria invernal
Ordenada semântica
sequenciada
Respiração sádica
Ritmada
len
ti
dão

Cá no equinócio
Creme de asfalto
caramelo
Cardume; brotado diário
Música porosa
Melodia negra
Petroleum místico
Acetato viscoso
que transborda o dedo
O dedão que nunca seca
Não desengoma
Não solta
Não esquece
Por favor.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s